Aprenda a usar o mapa mental para estudo

É muito comum encontrar pessoas que tenham dificuldades de memorização. 

Por isso, elaborar um mapa mental para estudo pode ser muito eficaz e mais simples do que você imagina. 

A técnica vai te ajudar a fixar melhor o conteúdo estudado e organizar os detalhes na sua memória.

A técnica consiste em substituir as anotações tradicionais por resumos com símbolos, cores, setas, balõezinhos e frases de efeito, o que vai deixar seu conteúdo mais organizado e facilitar associações entre as informações destacadas. 

Por ser estimulado visualmente, o cérebro tem maior capacidade de fazer assimilação do conteúdo estudado. 

Se você está pensando que para usar o método precisa ser muito criativo e bom desenhista, se enganou. 

Confira abaixo o passo a passo de como montar a técnica:

Como montar seu mapa mental para estudo?

  • O primeiro passo é pegar um papel em branco e colocar o conteúdo mais marcante no centro. Evite deixar as informações soltas, conecte os ramos laterais ao ramo central. A ideia do mapa mental para estudo é conectar ideias por isso, nenhum conceito deve ficar solto. 
  • Você pode fazer desenhos, montar gráficos ou acrescentar símbolos, além de abusar das cores para deixar seu mapa interessante. É uma ótima maneira de fazer com que seu material se destaque e o conteúdo seja fixado mais facilmente. 
  • Crie o hábito de usar poucas palavras por linha. A ideia do mapa mental para estudo é anotar apenas as palavras-chave. Por isso, não coloque muito texto na sua ramificação, o objetivo é que seja facilmente fixado ao bater o olho na revisão da matéria.
Mapa mental para estudo

Portanto, use uma estratégia no momento de criar seu mapa mental:

As cores escolhidas devem expressar algo; a escolha de cada formato deve ser pensada para associar conteúdos, por exemplo, o retângulo pode abordar aspectos políticos, enquanto o triângulo pode abordar os aspectos econômicos. 

Os tipos de setas também podem te ajudar a criar conexões no mapa mental. Deixe o mais claro possível para que você apenas bata o olho e já consiga associar as informações. 

Como usar o mapa mental para estudo?

A técnica traz duas grandes utilidades: estudo ativo – quando você presta atenção na matéria, extrai o conteúdo mais importante e registra no mapa -; e as revisões – você vai perceber ao longo do tempo que vai precisar de cada vez menos tempo para revisá-los. 

Muitas pessoas ainda acham que o mapa mental para estudo é um método difícil de lidar e que não serve para todas as matérias. 

Quanto a segunda opção, de fato, alguns conteúdos são mais difíceis de serem colocados nesses moldes, como, por exemplo, as matérias de exatas, por usar de formas, tabelas e fluxogramas, e essas situações acabam sendo mais resumidas. 

No entanto, quanto mais você praticar o mapa mental para estudo maior vai ser sua facilidade em mantê-lo. 

Mesmo que seja difícil nas primeiras vezes, continue praticando para se aperfeiçoar cada vez mais, pois de fato, o mapa é uma maneira bem eficiente de fixação. 

Quando usar o mapa mental para estudo?

Mesmo que pareça difícil, o momento mais apropriado para fazer um mapa mental para estudo é durante a aula, seja ela presencial ou à distância. 

Mapa mental para estudo

Assim, você consegue captar no momento da aprendizagem quais são as palavras mais importantes, conforme o que for sendo dito pelo professor. 

O mesmo pode ser feito também enquanto você lê uma apostila ou faz a revisão do seu conteúdo anotando as palavras-chave e os conceitos relacionados. 

Quanto mais tempo passar entre a aula e a montagem do mapa mental para estudo, mais informações serão perdidas no meio do caminho. 

Por isso, o ideal é que a anotação seja feita no momento da aula ou logo após. 

DICA EXTRA: ESTUDE NA FMU

A FMU tem bolsas de até 100% nos cursos de graduação. Escolha seu curso e faça sua matrícula agora mesmo: https://fmu.minhagraduacao.com.br/

Quais ferramentas online devo usar para criar o mapa mental para estudo?

Há quem prefira o método tradicional e opte pelo papel e caneta. 

No entanto, para quem é mais digital e gosta de ter tudo no modo virtual, existem algumas ferramentas online que podem ser usadas para a confecção do seu mapa. 

Coggle

É uma ótima ferramenta para criar mapas mentais. 

Apesar do site ainda não estar traduzido de maneira integral para o português, a maior parte já funciona no idioma, além disso, a plataforma é muito intuitiva e visual. 

Você pode usar a versão gratuita ou contratar um dos planos oferecidos.

Mindmeister

Também funciona com versão gratuita e paga. A plataforma ainda oferece desconto para quem é estudante.

Mind Node

É uma ferramenta simples e prática, também possui versão gratuita. 

Canva

Com a plataforma você consegue desenhar um mapa super visual, digno de ir para a parede. 

A plataforma  disponibiliza muitas funções para que você personalize da maneira que melhor lhe agradar. 

O uso da ferramenta é gratuita, você só precisará pagar se quiser usar alguns itens específicos.

Além das ferramentas que destacamos, se você ainda é adepto do bom e velho Word, a boa notícia é que dá para usar também. 

Não existem restrições quanto as ferramentas, você pode fazer seu mapa mental online por aplicativo, à mão, e também pode montar no Word, porque não?! 

O importante é você seguir o passo a passo, ver o que funciona melhor no seu caso e abusar da técnica do mapa mental para estudo. 

Posted by Folaa de Wole

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *